01/08/2016

Resenha: Imperfeito - Robson Gabriel

Título: Imperfeito
Autor: Robson Gabriel
Editora: Astral Cultural
Ano: 2016
Páginas: 224
Sinopse: Daniel sempre soube que era diferente dos outros garotos, mas é somente na festa de despedida do Ensino Médio que ele aceita sua homossexualidade. Agora, prestes a entrar na faculdade, ele terá de lidar com seu verdadeiro eu.
O início das aulas traz mudanças inevitáveis e o jovem logo se vê dividido entre dois caminhos. Um lhe garante a possibilidade de ser feliz, o outro o obriga a manter uma parte de si oculta de todos ao seu redor.
Dan está cheio de dúvidas e angústias difíceis demais para um garoto de apenas 18 anos enfrentar.
Para sair desse cenário triste, ele vai precisar tomar a mais simples e mais marcante decisão de sua vida. Imperfeito é um romance pungente e, ao mesmo tempo, sensível.
A trama criada por Robson Gabriel é pontuada por dor, prazer e descobertas, e certamente vai emocionar os leitores


Imperfeito conta a história de Daniel, eu jovem que está saindo do ensino médio para entrar na tão sonhada faculdade e assim, dar continuidade a sua vida. Para comemorar essa nova fase, Daniel e seus amigos resolvem fazer uma festa na casa dele. 
Andy, Bia e Aline são seus melhores amigos desde sempre, e o quarteto não podia deixar de agitar juntos. Só que o que ninguém sabe é que Daniel vem tendo pensamento estranhos já a algum tempo, pensamento com outros homens, até mesmo com seu melhor amigo, Andy. Isso tudo só piora quando o clima da festa esquenta entre eles e Daniel se vê sem saber o que fazer. 
Surge ainda Bernardo, um rapaz gentil e bonito, que aparece do nada na vida de Daniel e lhe oferece a mão, lhe oferece o entendimento que ninguém lhe tinha dado até hoje. 
Em meio a aulas e conflitos com seus antigos amigos e novo colegas, Daniel terá que escolher entre assumir o que é para si mesmo e para os outros, aceitar o amor e a liberdade ou continuar escondido, machucando a si mesmo e a outros. 

Resumi o máximo que pude e sem entregar muito dessa história porque acredite, vocês precisam lê-la sem saber de nada, se surpreender com tudo e se apegar, assim como aconteceu comigo. 
Imperfeito se trata de um romance LGBT e traz pitadas de drama, sensualidade e ação. É uma história sobre descobertas, auto-conhecimento e tem muito a ensinar a todos. 

Eu, como hétero e cis, nunca tive que me esconder, nunca tive dúvidas ou sofri com minhas escolhas, então acreditem quando eu digo que ler Imperfeito foi um grato aprendizado. É interessante saber o que um personagem assim pensa, o que ele sofre, e é impossível não se compadecer com a situação. Queria eu que o mundo fosse aberto a tudo e todos, mas infelizmente não acontece assim e muitas pessoas sofrem todos os dias por ser quem são. No caso, Daniel sofre com suas próprias dúvidas, seu próprio medo, o preconceito dos pais, amigos e conhecidos. É revoltante! A todo momento eu queria entrar na história e ajudá-lo, seja defendendo-o ou dando uns sacodes que é pra ele acordar pra vida rs 

O livro é narrado em primeira pessoa pelo Daniel, e a escrita do autor é jovem e atual, além de trazer várias referências pop, já que o personagem principal é leitor assim como nós e adora música. O Robson Gabriel teve o poder de me fazer sofrer junto com seus personagens, de sentir tudo o que eles sentiam. 

A história toda é muito dramática e principalmente, real. Histórias como essa acontecem todos os dias, em todos os lugares, com milhares de pessoas. Seus personagens também são reais e imperfeitos, todos carregando a dose certa de bondade e maldade, além de seus dramas pessoais. 
Foi incrível acompanhar a evolução de Daniel; ele cresce e amadurece muito no decorrer da história, mesmo com todas dificuldades e obstáculos impostos as vezes por ele mesmo, Daniel vai se tornando uma nova pessoa a duras penas e isso é gratificante. 
E se preparem: o final é desesperador! 

Imperfeito foi uma leitura revigorante, que recomendo a todos! 


16 comentários:

  1. Ai quanto amor ♥

    Estou muito feliz pelo Robson!! Gosto muito dele!!!

    A resenha ficou... desesperadora... emocionante e linda!!!!

    Bjks

    Lelê

    ResponderExcluir
  2. Mas é uma linda mesmo <3 Obrigado pela resenha maravilhosa e por ter caído nas graças do Dani! Nem vou comentar muito, pq vc sabe que o surto sempre é garantido, né?

    ResponderExcluir
  3. Oi Nath!

    Gostei muito da resenha. Ainda não tive a oportunidade de ler nenhum dos romances LGBT que estão sainda e estou bem curiosa.
    Fico feliz por vc ter gostado, sinal de que o livro é bom mesmo. Parabéns e sucesso ao autor!

    Bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  4. Oi Nathalia!
    Amei sua resenha e fiquei super curiosa para conhecer esse livro. É uma temática que ainda gera muito preconceito, por isso acredito que o livro merece a leitura. Dica anotada! Bj
    **Quando tiver a capa oficial avisa!** rsrsr

    ResponderExcluir
  5. Nossa, um livro que leva o leitor a sentir o mesmo que o personagem é um livro 5 estrelas com certeza. Adorei tudo nele, desde o título até a sinopse, eu gosto de livro que buscam emocionar o leitor. Gosto também de histórias narradas em primeira pessoa, a gente se sente bem próxima aos personagens. Drama é comigo mesmo.

    Bj, Van - Retrô Books
    http://balaiodelivros.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Olá, ultimamente eu tenho lido um pouco mais de literatura lgbt, e acho importantíssimo vermos nos livros personagens passando por essa fase de aceitação, pois além de, dependendo da escrita do autor e da trama, poder ser uma leitura muito gostosa como entretenimento, também é uma forma de compreendermos mais sobre o assunto. Ótima resenha, certamente lerei o livro quando puder.

    ResponderExcluir
  7. Oi Nath.

    Acho que o mercado editorial precisa de mais livros com personagens gays e romances LGBTS. Eu até agora só tiver oportunidade de ler um livro. Fiquei muito interessada nesse, mas ao mesmo tempo fico um pouco receosa por saber que todo o drama e dificuldades que esses personagens passam acontece e muito na vida real. É muito duro pensar que existe ainda tanto preconceito e tanta falta de respeito.
    Mas adorei sua resenha, você foi sucinta mas tocante na medida certa.
    Beijo

    ResponderExcluir
  8. Oiee Nathália ^^
    Esse livro é lacrador mesmo, né? Eu me apaixonei completamente pela história, e fiquei doida da vida quando soube que ele ganharia edição física, e que o lançamento será em breve, e mais doida ainda porque vou poder conhecer o Robson ♥ Ainda me sinto desesperada por conta do final kkk' espero não encontrar nada trágico na continuação (espero que seja lançada logo).
    MilkMilks ♥

    ResponderExcluir
  9. Oiii Nathalia, como vai?
    Menina qe livro é esse? Realmente o quero ler, me apaixonei perdidamente pela premissa e sua resenha, creio que seja uma fase para milhares de pessoas, dica super anotada.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. Li dois romances LGBT nas últimas semanas, e confesso que viciei. São sempre histórias encantadores e reflexivas, além de ter aquele momento de tristeza por pensar o que as pessoas sofrem por ter que se esconder, ou mesmo quando não escondem, sofrem preconceito.
    Não conhecia o autor, mas fiquei muito interessada na trama. A capa está linda, poderia ser essa a oficial! :O
    beijos
    www.apenasumvicio.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dessa, a Nath deve atualizar a capa em breve, acabei de revelar ela e tá bem lindona <3

      Excluir
  11. Oi Nat, sua linda, tudo bem?
    Já fico triste com o título do livro, será que é assim que o personagem se sente? Sabe, acho que existem seres humanos, homens e mulheres, apenas isso. A opção sexual da pessoa, não é uma definição da mesma, é apenas uma opção. Porque as pessoas não conseguem se respeitar? Parece ser uma história interessante, ainda mais com esse final, você me deixou curiosa, risos...Sua resenha ficou ótima!!!
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. To batendo palmas aqui pra você Cila, lindo saber que você pensa assim! E sim, o título tem tudo a ver! Obrigada, beijo.

      Excluir
  12. Oi Nath, tudo bem?
    Eu conheço esse livro e tenho o autor nas redes sociais, onde fiquei bastante curiosa para ler esse livro e espero gostar como você, acho que vou sofrer nesse final hein? Rsrs. Já até indiquei esse livro para um amigo, que adora também romances LGBT e pretendemos ler em breve.
    Sucesso para o autor ;)

    Beijos,
    www.leitorasempre.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Espero que vocês possam mesmo ler e gostem da história Jéssica! Beijo

      Excluir
  13. Oi Nath!

    Era exatamente assim que eu esperava de Apenas um Garoto, um romance com uma boa dose de drama, para nos fazer pensar, refletir e sentir empatia pelo personagem, fico feliz em saber que Imperfeito segue toda essa carga, o que considero ótimo em um livro, pois assim me envolvo bastante. Enfim, futuramente, pretendo sim ler a obra do Robson!

    Da Imaginação à Escrita

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)