quarta-feira, 20 de março de 2019

Resenha: Leah Fora de Sintonia - Becky Albertalli

TÍTULO: Leah Fora de Sintonia
Creekwood, vol. 2
GÊNERO: Romance, LGBT, Young Adult
AUTOR (A): Becky Albertalli
EDITORA: Intrínseca
ANO: 2018
PÁGINAS: 320
AVALIAÇÃO: ★★★★★
COMPRE: Amazon
SINOPSE: Sequência do sucesso Com Amor, Simon.
Leah odeia demonstrações públicas de afeto. Odeia clichês adolescentes. Odeia quem odeia Harry Potter. Odeia o novo namorado da mãe. Odeia pessoas fofas e felizes. Ela odeia muitas coisas e não tem o menor problema em expor suas opiniões. Mas, ultimamente, ela tem se sentido estranha, como se algo em sua vida estivesse fora de sintonia. No último ano do colégio, em poucas semanas vai ter que se despedir dos amigos, da mãe, da banda em que toca bateria, de tudo que conhece. E, para completar, seus amigos não fazem ideia de que ela pode estar apaixonada por alguém que até então odiava, uma garota que não sai de sua cabeça.
Nesta sequência do sucesso Com Amor, Simon, vamos mergulhar na vida e nas dúvidas da melhor amiga de Simon Spier. Em um livro só dela, mas com participações mais do que especiais dos personagens do primeiro livro, vamos acompanhar Leah em sua luta para se encontrar e saber com quem dividir suas verdades e seus sentimentos mais profundos.
Em Leah fora de sintonia, Becky Albertalli mostra por que é uma das vozes mais importantes e necessárias de sua geração. Sem nunca soar didática, a escritora lança mão dos mesmos ingredientes que tornaram Com amor, Simon um sucesso mundial: a leveza, o senso de humor, a representatividade e a certeza de que vale a pena contar histórias sobre jovens que podem até estar perdidos, mas estão determinados a encontrar seu caminho.

segunda-feira, 18 de março de 2019

38 Estratégias para Vencer Qualquer Debate - Arthur Schopenhauer

Título: 38 Estratégias para Vencer Qualquer Debate
Gênero: Filosofia
Autor (a): Arthur Schopenhauer
Editora: Faro Editorial
Ano: 2014
Páginas: 128
Compre: Amazon
Sinopse: A forma como nos comportamos socialmente não mudou muito desde Aristóteles. Partindo dos escritos do pensador grego, Schopenhauer desenvolve em sua Dialética Erística, 38 estratégias sobre a arte de vencer um oponente num debate não importando os meios. E, para isso, mostra os ardis da maior ferramenta que todos possuímos, a palavra.
Usar argumentos e estratégias certas numa conversa é uma arma poderosa em qualquer momento. E tanto vale para quem quer reforçar um talento, evitar ciladas dialéticas, ou simplesmente estar bem preparado para negociações ou qualquer outra ocasião que exija argumentação... o que acontece em todos os momentos da vida. Essas estratégias não foram inventadas por Schopenhauer.
Seu trabalho foi identifica-las, reuni-las de modo coerente, mostrando como são utilizadas, em quais momentos elas surgem em meio a uma discussão, de modo que você possa utilizar-se deste livro até mesmo para desmascarar o uso das estratégias. Em discussões, o objetivo de todos é persuadir. No entanto, o melhor resultado é obtido pela pessoa mais hábil em manter a sua posição.
Esta obra cataloga os truques utilizados por profissionais de todas as áreas. Pode ser que você esteja com a razão, mas, uma vez que você entre num debate, estar certo não é o suficiente. Você precisa conhecer os movimentos dessa arte para ter força no jogo. Este livro ensinará tudo o que você precisa saber.

sexta-feira, 15 de março de 2019

Resenha: Sombra e Ossos - Leigh Bardugo

TÍTULO: Sombra e Ossos
Trilogia Grisha, vol. 1
GÊNERO: Fantasia, aventura
AUTOR (A): Leigh Bardugo
EDITORA: Gutenberg
ANO: 2013
PÁGINAS: 288
AVALIAÇÃO: ★★★★★
COMPRE: Amazon
SINOPSE: Alina Starkov nunca esperou muito da vida. Órfã de guerra, ela tem uma única certeza: o apoio de seu melhor amigo, Maly, e sua inconveniente paixão por ele. Cartógrafa de seu regimento militar, em uma das expedições que precisa fazer à Dobra das Sombras – uma faixa anômala de escuridão repleta dos temíveis predadores volcras –, Alina vê Maly ser atacado pelos monstros e ficar brutalmente ferido. Seu instinto a leva a protegê-lo, quando inesperadamente ela vê revelado um poder latente que nunca suspeitou ter. A partir disso, é arrancada de seu mundo conhecido e levada da corte real para ser treinada como um dos Grishas, a elite mágica liderada pelo misterioso Darkling. Com o extraordinário poder de Alina em seu arsenal, ele acredita que poderá finalmente destruir a Dobra das Sombras. Agora, ela terá de dominar e aprimorar seu dom especial e de algum modo adaptar-se à sua nova vida sem Maly. Mas nesse extravagante mundo nada é o que parece. As sombrias ameaças ao reino crescem cada vez mais, assim como a atração de Alina pelo Darkling, e ela acabará descobrindo um segredo que poderá dividir seu coração – e seu mundo – em dois. E isso pode determinar sua ruína ou seu triunfo.

quarta-feira, 13 de março de 2019

Resenha: O Poder - Naomi Alderman

Título: O Poder
Gênero: Ficção científica
Autor (a): Naomi Alderman
Editora: Planeta
Ano: 2018
Páginas: 368
Compre: Amazon
Sinopse: O que você faria se tivesse o poder em suas mãos?
“Jogos vorazes encontra O conto da aia.” (COSMOPOLITAN)
Em um futuro próximo, as mulheres desenvolvem um estranho poder: elas se tornam capazes de eletrocutar outras pessoas, infligindo dores terríveis... até a morte. De repente, os homens se dão conta de que não estão mais no controle do mundo.
“Um olhar fascinante no que o mundo poderia ter se tornado se o sexismo dos últimos milênios tivesse tomado rumos diferentes. Engenhoso... merece ser lido por todas as mulheres (e, claro, por todos os homens).” (THE TIMES)
“O poder é uma leitura explosiva.” (FINANCIAL TIMES)
“Um romance envolvente, que nos obriga a encarar uma distopia que já existe... e que está entre nós há séculos.” (MICHAEL SCHAUB, NPR)

segunda-feira, 11 de março de 2019

Resenha: Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude - Mackenzi Lee

TÍTULO: Guia do Cavalheiro Para o Vício e a Virtude Montague Sibilings, vol. 1
GÊNERO: Romance, LGBT, Young Adult
AUTOR (A): Mackenzi Lee
EDITORA: Galera Record
ANO: 2018
PÁGINAS: 434
AVALIAÇÃO: ★★★★★
COMPRE: Amazon
SINOPSE: Uma aventura romântica do século XVIII para a era moderna. Simon Versus a Agenda Homo Sapiens, encontra os anos 1700.
Henry "Monty" Montague nasceu e foi criado para ser um cavalheiro, mas nunca foi domado. Os melhores internatos da Inglaterra e a constante desaprovação do pai não conseguiram conter nenhuma das suas paixões - jogos de azar, álcool e dividir a cama com mulheres e homens.
Mas agora sua busca constante por uma vida cheia de prazeres e vícios está em risco. O pai quer que ele tome conta dos negócios da família. Mas antes Monty vai partir em seu Grand Tour pela Europa, com a irmã mais nova, Felicity, e o melhor amigo, Percy - por quem ele mantém uma paixão inconsequente e impossível. Monty decide fazer desta última escapada umafesta hedonista e flertar com Percy de Paris a Roma. Mas quando uma de suas decisões imprudentes transforma a viagem em uma angustiante caçada através da Europa, isso faz com que ele questione tudo o que conhece, incluindo sua relação com o garoto que ele adora.

quinta-feira, 7 de março de 2019

Resenha: Dança da Escuridão - Marcus Barcelos

Título: Dança da Escuridão
Continuação de Horror na Colina de Darrington
Gênero: Terror, horror
Autor (a): Marcus Barcelos
Editora: Faro Editorial
Ano: 2018
Páginas: 256
Compre: Amazon
Sinopse: Em Dança da Escuridão, a aguardada sequência de Horror na Colina de Darrington, Ben Simons desperta abruptamente e se vê amarrado a uma cadeira de metal, imerso no breu de um local desconhecido. A voz que grita é a de um homem misterioso e sem escrúpulos, que não poupará esforços para extrair de seu interior a obscura confirmação que tanto deseja... o mal presente na sua origem. Agora, para entender o que aquilo significa, o que o colocou na situação de alvo da seita, e tentar salvar todos que estão em perigo por sua causa, ele precisará remontar seus passos desde muito antes da fuga do sanatório ou do episódio na Colina de Darrington e confrontar os tentáculos da aterrorizante organização, que se mostram cada vez mais presentes em todos os lugares. QUANTO DO BOM MENINO AINDA RESTA? O QUANTO AGORA É ESCURIDÃO?