21/07/2017

Divulgação: Tânia Dias - Parceria


Oi gente! O blog fechou mais uma parceria, dessa vez com uma autora portuguesa! Tânia Dias é autora de Despedaçada, primeiro volume da série Broken. Vamos conhece-la!

19/07/2017

Trago novidades #3


Hey pessoinhas. Cheguei com a cota semanal de novidades do blog! 

17/07/2017

Resenha: Resistência - Affinity Konar

Título: Resistência
Autor(a): Affinity Konar
Gênero: Drama, romance
Editora: Rocco (selo Fábrica 231)
Ano: 2017
Páginas: 320
Compre: Amazon - Saraiva - Submarino
Sinopse: Auschwitz, 1944. As gêmeas Pearl e Stasha têm 12 anos quando desembarcam no campo de concentração nazista na Polônia. à medida que conhecem o horror e têm suas identidades fraturadas pela dor e sofrimento, tentam confortar uma à outra e criam códigos e jogos para se proteger e recuperar parte da infância deixada para trás. Mas quando Pearl desaparece sem deixar pistas, Stasha se recusa a acreditar que a irmã esteja morta e embarca numa jornada desesperada em busca de justiça, paz e de si mesma. Livro notável pelo The New York Times; Livro do Ano pela Amazon e pela Publishers Weekly; indicação de leitura dos principais veículos de imprensa norte-americanos, Resistência narra, com uma voz poderosa e única, a trajetória de duas irmãs lutando pela sobrevivência em um dos períodos mais devastadores da história contemporânea e mostra que há beleza e esperança até diante do caos.


Resenha publicada originalmente no blog Estilhaçando Livros


14/07/2017

Caixinha de correio: Junho/17


Oi gente! As coisas melhoraram e tenho um tantinho bom de livros pra mostrar esse mês. Vamos torcer pra julho ser igual né?

12/07/2017

Resenha: O Escravo de Capela - Marcos Debrito

Título: O Escravo de Capela
Autor(a): Marcos Debrito
Gênero: Terror, Literatura brasileira
Editora: Faro Editorial
Ano: 2017
Páginas: 288
Compre: Amazon - Saraiva
Sinopse: Durante a cruel época escravocrata do Brasil Colônia, histórias aterrorizantes baseadas em crenças africanas e portuguesas deram origem a algumas das lendas mais populares de nosso folclore. Com o passar dos séculos, o horror de mitos assustadores foi sendo substituído por versões mais brandas. Em “O Escravo de Capela”, uma de nossas fábulas foi recriada desde a origem. Partindo de registros históricos para reconstruir sua mitologia de forma adulta, o autor criou uma narrativa tenebrosa de vingança com elementos mais reais e perversos. Aqui, o capuz avermelhado, sua marca mais conhecida, é deixado de lado para que o rosto de um escravo-cadáver seja encoberto pelo sudário ensanguentado de sua morte. Uma obra para reencontrar o medo perdido da lenda original e ver ressurgir um mito nacional de forma mais assustadora, em uma trama mórbida repleta de surpresas e reviravoltas.

10/07/2017

Trago novidades #2


Oba, tudo bom? Trago mais novidades pra vocês! E pelo que percebi essa coluna vai ter que ser semanal, as novidades não param de pipocar na minha frente! Não resisto a dividir com vocês :D