16/02/2017

Ninguém te perguntou: Os cagadores de regras de livros nacionais



OLHA A NATHALIA QUERENDO FAZER POLÊMICA! 

Sim, hoje é dia de polêmica, hoje é dia da tia Nath falar o que pensa, hoje é dia de algumas pessoas quererem me linchar, hoje é dia do Pobre Leitora perder alguns seguidores. UAHUSHAUSH aiai.

Por que estou falando de polêmica? Porque o post de hoje é sobre livros nacionais e vocês sabem que isso sempre dá uma treta do caramba, maaaaas:



Por que eu resolvi falar de nacionais hoje? Porque eu to de saco cheio com algumas coisas que vejo pela internet a fora. Quem acompanha o blog, quem é meu amigo, sabe que eu sou a primeira a apoiar a literatura nacional. Eu AMO vários livros da nossa literatura, faz mais de 1 ano que eu leio muito mais livros nacionais do que estrangeiros, então NINGUÉM PODE ME ACUSAR DE NÃO APOIAR A LITERATURA NACIONAL, que isso fique bem claro de começo. 

Na verdade, minha crítica hoje não é pros livros nacionais, jamais criticaria nossa literatura, tanto que já até fiz um post nessa coluna só pra defende-la. Minha crítica vai para os leitores de livros nacionais, não todos, mas uma parcela que tem se destacado por sua chatice. 

Eu sou 100% a favor de cada um ler o que quiser, ter o direito de gostar ou não e ter o direito de expor sua opinião sobre um livro, desde que haja respeito o tempo todo e sempre defenderei e lutarei por essa minha opinião. Ler é pra ser uma coisa divertida e prazerosa, que parte da pessoa, não é pra ser uma coisa obrigatória (entenderam professores de Literatura/Língua portuguesa?!), ninguém deveria ser obrigado a ler um livro que não quer e ainda por cima ter que gostar. 
Mas é exatamente isso que algumas pessoas estão tentando fazer, estão tentando cagar a regra de que todos são obrigados a gostar dos livros nacionais e falar bem de todos. 

Se você fala negativamente de um livro nacional hoje, você é acusado de blasfêmia, heresia, pecado, e por aí vai. E não estou exagerando, juro. Não vou nem entrar no mérito de autores que não aceitam as críticas negativas, isso é um longo assunto para um outro post, mas se fosse só o autor do livro vir reclamar, tava bom. 
SIM, a literatura nacional é extremamente desvalorizada. SIM, é muito difícil ser autor no Brasil e conseguir publicar um livro. SIM, eu concordo com todos os obstáculos que apontam nesse assunto, mas a literatura nacional não é uma coisa feita só de ouro e diamantes, longe disso. Assim como em qualquer nacionalidade, aqui no Brasil tem muito livro ruim, ruim de verdade. Assim como tem aqueles que são tão bons que dá vontade de montar um altar dentro de casa e idolatrar o livro todo dia. E tem ainda os livros medianos, que não ficam nem num extremo, nem no outro. E se existem livros com qualidades tão diferentes assim, que vão agradar uma parcela dos leitores e a outra não, por que caralhos eu vou ser obrigada a gostar de todo livro nacional que eu ler? EU HEIN. 

CAGAÇÃO DE REGRA PRA CIMA DE MIM NÃO MONAMU


Leitor tem que defender a literatura nacional sim, ter que ler e comprar mais livros dos nossos autores sim, mas leitor não tem que colocar todos os livros dentro de uma redoma de vidro e atirar em que tentar chegar perto pra criticar, não. Tem que argumentar contra os retardados que saem difamando livro e autor sem nem ter lido ou tendo lido e querendo apenas afundar o pobre coitado. Tem que argumentar contra pessoa que sai avaliando livro com uma estrela no Skoob só pra fazer a nota do livro cair. NÃO tem que brigar com gente que faz uma crítica negativa construtiva onde apenas está expressando sua opinião. Se nem Jesus agradou a todos, vocês acham mesmo que um livro vai agradar?

Eu, você, ele, ela, todo mundo tem o direito de ler um livro e não gostar dele, seja ele nacional ou internacional, e todo mundo tem o direito de expor sua opinião sem que alguém venha apontar o dedo e falar que não se pode falar mal de livro nacional. É como se meu gosto pessoal fosse errado, porque de acordo com esses fanáticos, meu gosto pessoal está difamando a literatura nacional. FAÇA-ME O FAVOR GENTE.

A nossa literatura tem livros fenomenais e eu sou a primeira a indicar alguns se vocês quiserem, é só me pedir e falar o gênero que eu indico um livro maravilhoso pra vocês. Mas eu mesma tenho a consciência de que um livro que eu amei, pode não agradar outra pessoa, assim como já aconteceram várias vezes. Saí xingando? Claro que não. Gosto é que nem o cu, cada um com o seu. 

Nós temos sim que apoiar a literatura nacional, sempre e eternamente, mas não podemos deixar de respeitar a opinião alheia. Você não precisa nunca gostar e concordar com a opinião do outro, mas precisar respeitar. Se não ta machucando ninguém, por que te incomoda tanto? Vamos botar a mãozinha na consciência galera. 

E afirmo aqui mais uma ver pra quem quiser ler, se eu não gostar de um livro, seja ele da onde for, eu vou falar (da forma mais respeitosa existente) e ninguém vai me impedir. Vocês deviam fazer o mesmo. 

E assim termino o Ninguém te Perguntou de hoje. Espero que depois dessa vocês continuem aqui comigo hahahah. 



15 comentários:

  1. Poxa se você perder leitores e seguidores por conta deste post já vi que a intolerância dos seguidores é muito grande. super concordo com você em gênero número e grau, tudo tem seu público, mas chegamos num limite de "chatura" que quando não gostamos de um livro nacional pe melhor guardar a opinião senão somos até capazes de apanhar! hihihi. Adoro quando sou mega surpreendida com uma boa leitura, seja ela nacional ou estrangeira, mas daí a ficar com regras sobre "é da casa vamos gostar" dá não!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. hahaha um pouco é modo de dizer né, eu também ACHO que não vou perder ninguém por esse post, mas quem sabe né? Vai que a carapuça serve em alguém rs. Obrigada pelo comentário Adriana!

      Excluir
  2. Oi Nath!!!

    Assino onde??? *-*

    PERFEITOOO!!!! É justamente isso que falo para todos que vem me perturbar qdo não gosto de um nacional! kkkkk Como vc, tbm leio mais nacionais do que internacionais, ainda mais depois que comecei a escrever o blog, mas ainda tem gente (autor e leitor) que pensa que eu tenho que gostar de tudo e não posso criticar uma história que não me agradou! Aff... sem paciência neh? To é cagando pra esse povo, se eu não gostar, falo na cara mesmo e to nem aí! É como vc disse, se nem Jesus agradou a todos, porque aquela história vai agradar???
    Enfim, parabéns pela crítica! Maravilhosa como sempre, e eu to quase fazendo mais uns 20 perfis para te seguir aqui se vc perder seguidores! kkkkkk

    Bjo bjo doida! ;)

    ResponderExcluir
  3. Nath, que samba foi esse, mulher? Logo lembrei da minha ex professora de Língua Portuguesa, ela tirava um dia na semana apenas para lermos literatura nacional, tipo, legal, mas ela fazia a lista de quais livros podiam ou não e isso era muito cansativo, imaginando alunos do terceiro ano lerem por obrigação uma obra que não se identificam? Muito chato. E eu concordo com você em cada letra e ponto. Vejo vários blogs fazendo uma resenha com críticas construtivas mas o próprio autor vai lá desmerecer o trabalho da pessoa que escreveu a crítica. É bastante complicado.
    E eu amei esse "Ninguém te perguntou", espero que tenha outros.

    ResponderExcluir
  4. Oi, Nath!
    Gente, fala sério que até isso virou polêmica também? Vish, é cada extremo que as pessoas hoje inventam que nem dá para defender direito, rs. Mas você tá mais do que certa em tudo falou, imagina! Eu particularmente tenho todo um carinho por livros nacionais e tanto é que eles são a maior parcela das minhas leituras durante todo o ano, mas de boas com os estrangeiros também, ué. Existem livros bons e ruins em qualquer lugar, em qualquer país, querer pagar regra de que tal nacionalidade é ouro e a outra não é generalizar demais, façam-me o favor. E é realmente questão de gosto e hábito de leitura mesmo - repeat. VIU, PROFESSORES DE PORTUGUÊS E LITERATURA -, então não adianta querer interferir no que o outro lê, só vai até afastá-lo do mundo da literatura, deixa como tá, rs. Enfim, ótimo debate! E se perder seguidor por ele aí tenha paciência, rs, vejo apenas verdades nesse post, hehe ;)
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  5. Adorei kkkkk
    Acho que devemos valorizar nossos livros nacionais as pessoas que escrevem tenho que concordar com você, a pessoa não é obrigada a gostar mais é obrigada a respeitar com certeza é super apoiado.

    ResponderExcluir
  6. Tá certíssima, ninguém tem que gostar de tudo mesmo. Acho que o problema tá só quando a pessoa lê um livro nacional, não gosta, e nunca mais lê, parece até que alguém faz isso com literatura estrangeira, acho tão esquisito! A mesma coisa às vezes acontece com cinema nacional. "Ah, vi um filme aí, não gostei, não vejo mais cinema nacional", não entendo isso, jogar todo mundo no mesmo balaio. É um gosto pessoal, ler é pra ser divertido e pronto!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nathalia!!
    Parabéns por expor o seu pensamento sobre a literatura nacional. Concordo com tudo que você falou. Também gosto de ler livros nacionais mais se um livro e ruim não quer dizer que todos são!! E se um livro que eu acho legal e outra pessoa acha chato e normal pois todos temos opiniões diversas e cabe a todos derem bom senso de respeitar a opinião do outro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  8. Nat!
    Assim... não somos obrigados a gostar de nenhuma leitura, seja nacional ou não, isso é fato.
    E como formadores de opinião, devemos sempre falar as sensações que sentimos ao ler um livro e darmos nossa opinião de maneira sincera e verdadeira, é minha opinião.
    Se alguém se incomoda com esse fato, bem... precisa repensar sua forma de se expor em comentários não tão agradáveis.
    Sem contar que cada pessoa tem uma percepção diferente em cada leitura feita, não entendo porque as pessoas se incomodam tanto com a opinião sincera do que lemos...
    Bem, faço que nem li o comentário e deixo para lá, o mais importante é o autor falar o que sentiu com a leitura e acatar ou não as sugestões que damos.
    “Saber encontrar a alegria na alegria dos outros, é o segredo da felicidade.” (Georges Bernanos)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  9. A-R-R-A-S-O-U!
    A cada post teu que eu leio fico mais encantada. Tenho acompanhado alguns blogs e é difícil achar alguém que dê uma nota ruim para um nacional e mesmo críticas negativas.
    Eu já li livros gringos que foram difíceis de ler até o fim por serem uma bosta. Então porque diabos não posso achar um livro nacional tão bosta quanto?
    Não sou muito de ler nacionais, mas a maioria dos que li fui obrigada a ler (escola, enem, vestibular, etc), e a leitura não foi nem um pouco prazerosa.
    Imagino como deve ser para vocês blogueiros quando se "sentem" obrigados a ler algo por uma parceria, mas ninguém é obrigado a ler algo que não gostou da sinopse, e nem é obrigado a gostar de tudo o que leu...
    Enfim, o mundo é hipócrita e isso não vai mudar nunca.
    Belo post.

    ResponderExcluir
  10. Falou tudo, como qualquer livro, independente da nacionalidade do autor se for ruim fazer o que tem que falar só porque o livro é nacional temos sempre que elogiar,já li livros maravilhosos mais tem uns que deixaram a desejar acho que as pessoas tem é que parar de ser ignorantes isso sim.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Oi Nathy, eu concordo com tudo o que você falou menina. Eu mesma comecei a ler livros nacionais a menos de um ano. Assim que eu criei o blog me dei conta de só lia literatura estrangeira - e ainda leio muito - e não conhecia muitos autores nacionais. Comecei a procurar e encontrei alguns muito legais, até cheguei a separar alguns para serem meus favoritos. Temos muitas histórias incríveis por aqui, e quando encontrei um que não gostei, não escondi de ninguém não. Fiz resenha dele normalmente, mas deixando claro que não gostei dele. O que eu sempre levanto é o fato de que o que pode ser uma leitura incrível para mim, pode ser uma droga para você. Portanto, cada um com sua opinião por favor né (rsrsr) - isso é para os encrenqueiros de plantão! - vida que segue meu bem.
    Beijokas
    Adorei ver você abordando esse tema.
    [SORTEIO] Aniversário de 1 Ano: Livro - Perdida
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  12. Gostei Nathy! Assino embaixo!!
    Deixei de seguir alguns blog á um tempo por "essas blogueiras" não respeitar minhas opiniões, se não gostaram outras pessoas gostam e vice e versa....Parabéns pelo post!
    Bjs

    ResponderExcluir
  13. Leio nacional, mas confesso que sempre perdem em comparação ao internacionais. Não tenho medo de falar, é claro que com muita educação, que não gostei de tal livro ou autor. O que me incomoda em alguns livros nacionais é a incoerência com a realidade da cidade que o livro se passa e essas coisas

    ResponderExcluir
  14. Concordo com você. Apoiar a literatura nacional é uma coisa, mas ficar dizendo que tudo que um brasileiro escreve é bom, já é demais. Assim como dizer que todos os livros estrangeiros publicados no Brasil são bons ou são ruins. Em ambos os casos não podemos generalizar, e é sempre bom ler um texto desses.
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)