23/02/2017

Resenha: Ninfeias Negras - Michel Bussi

Título: Ninfeias Negras
Autor: Michel Bussi
Gênero: Suspense e mistério
Editora: Arqueiro
Ano: 2017
Compre: Amazon - Saraiva - Submarino
Sinopse: Giverny é uma cidadezinha mundialmente conhecida, que atrai multidões de turistas todos os anos. Afinal, Claude Monet, um dos maiores nomes do Impressionismo, a imortalizou em seus quadros, com seus jardins, a ponte japonesa e as ninfeias no laguinho.
É nesse cenário que um respeitado médico é encontrado morto, e os investigadores encarregados do crime se veem enredados numa trama em que nada é o que parece à primeira vista. Como numa tela impressionista, as pinceladas da narrativa se confundem para, enfim, darem forma a uma história envolvente de morte e mistério em que cada personagem é um enigma à parte - principalmente as protagonistas.
Três mulheres intensas, ligadas pelo mistério. Uma menina prodígio de 11 anos que sonha ser uma grande pintora. A professora da única escola local, que deseja uma paixão verdadeira e vida nova, mas está presa num casamento sem amor. E, no centro de tudo, uma senhora idosa que observa o mundo do alto de sua janela.


Ninfeias Negras foi um desafio pra mim em muitos sentidos. Primeiro porque eu estava achando o livro um porre. Segundo porque eu não conseguia adivinhar nada. Terceiro porque amei o final de um livro que eu estava pronta pra dar 3 estrelas só pra ser legal.

O livro é focado na morte de Jérôme Morval, numa cidadezinha chamada Giverny, local de morada de Claude Monet, ou seja, uma cidade turística e conhecida mundialmente por pintores e apreciadores de arte, principalmente do Impressionismo. A morte de Morval  é deveras misteriosa e a policia local tenta sem muito sucesso, solucionar o caso. O aparente assassinato pode ter três motivos distintos que se interligam e tendo isso em mente, vamos seguir algumas pistas e conhecer um pouco da história de Fanette, Sthepanie e a Velha.

O livro intercala a narração em primeira e terceira pessoa, sendo que em primeira é sempre pela visão da Velha, a qual não sabemos o nome. Ela, junto da menina Fanette e da professora Sthepanie, são as principais mulheres da história, contando com seus amigos, detetives, parceiros e etc. 
O livro já começa com o assassinato e o começo da investigação, e desperta certa curiosidade já logo de cara ao termos uma introdução da Velha. O problema é que o livro se torna bem arrastado e um tanto repetitivo. O autor se aproveita bastante de descrições de quadros e paisagens, citando sempre pintores e obras famosas. É uma porrada de nomes em francês e detalhes que não interessam tanto a um leitor que não seja fã de arte - como no meu caso. Claro que é bem interessante o autor se basear em coisas reais e trazer isso como pano der fundo da sua história, mas junto a uma narrativa um pouco lenta e cheia de voltas, acaba se tornando chato. 

O que mais me incomodou o tempo todo foi a Velha e suas lamentações e rabugentice (essa palavra existe?). Aguentar velha reclamando eu já aguento em casa, obrigada. E também, porque ela era a que mais se repetia e falava toda hora a mesma coisa. Haja saco. 
Na verdade, não consegui sentir afeição por nenhum personagem, todos me parecendo bem no estilo "mimados", acho que posso descrever assim. Me encantei pelo cachorro, obviamente. 

Desconfiei por muito tempo de um certo personagem e estava crente que era ele ou alguma outra possibilidade que já havia me ocorrido, mas o autor me surpreendeu como jamais um autor fez. A trama que ele monta é tão bem feita e entrelaçada que você não percebe o que ele fez até que ele lhe de todas as respostas. E que respostas minha gente! Fiquei de queixo caído com o desfecho do livro e foi justamente isso que me fez relevar a chatice inicial. Por mais que o livro tenha se arrastado, o final compensou tudo. 

O trabalho da Arqueiro é simples e impecável como sempre. A capa é bonita e tem tudo a ver com a história. Fica minha dica para quem gosta de bons mistérios e principalmente, quem gosta de uma reviravolta totalmente surpreendente. 




13 comentários:

  1. Oi Nath!

    Ainda bem que eu não pedi esse livro! kkkkk Fiquei mega curiosa para saber sobre ele, mas me aguentei! Estou sem paciência para começos lentos e arrastados, mas, fico feliz em saber que o livro te surpreendeu no final.

    Ótima resenha e, coitada da sua velha viu? kkkkkk

    Bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Olá!!
    Nãoo li muito da sua resenha pois logo logo irei ler o livro e quero ficar sem saber ao máximo sobre os personagens, mais sobre o autor dizem que é incrível e essa historia também realmente é maravilhosa não vejo a hora de ler.
    Até mais!!!

    ResponderExcluir
  3. Oi, Nath!
    Puxa, que droga que boa parte do livro foi arrastado :( Geralmente eu gosto de descobrir todo o mistério, mas pelo o que você falou, o autor conseguiu "salvar" o livro por conta do final inesperado.
    Eu não gosto de cenas muito arrastadas, cheias de detalhes...
    Apesar de você ter achado que, no final, o livro valeu a pena, eu não sei se eu leria.

    Beijos
    www.procurei-em-sonhos.com

    ResponderExcluir
  4. Estou curiosa para conhecer a Velha. Estou curiosa com esse livro desde o lançamento e a resenha me desanimou um pouco rsrs mas pelo final eu leria

    ResponderExcluir
  5. Nath, como sempre, suas resenhas são as melhores kk
    Eu não muito da premissa do livro, ela não me encantou como muitos romances policiais porém, estou curiosa para conhecer essa Velha, e coitada da sua velha, espero que ela não leia sua resenha kk.
    Pena que a história foi arrastada em boa parte do livro, sempre tem algo para estragar.

    ResponderExcluir
  6. Nat!
    Desde o lançamento o livro está na minha lista de desejados...
    Gosto de um bom livro com suspense policial.
    Fiquei um pouco triste em ver que o livro tem trechos que são mais arrastados, mas se o final é tão bombástico como falou, merece uma leitura, né?
    Velha rabugenta é o ó... e reclamona ainda pior.
    “Quanto mais nos elevamos, menores parecemos aos olhos daqueles que não sabem voar.” (Friedrich Nietzsche)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/
    TOP Comentarista de FEVEREIRO, livros + KIT DE MATERIAL ESCOLAR e 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  7. Oi, Nath!
    Então, já conferi uma outra resenha desse livro e por mais positiva que as críticas até estejam sendo um pouco e a premissa em si tenha me deixado visivelmente curiosa, fico reticente em conferir justamente por esses detalhes de quadros e pintores famosos - também não sou grande apreciadora de arte, infelizmente, e se já reclamo de descrições extensas sobre coisas comuns, nesse nível, então, seria no mínimo entediante, uma pena. E sério que os personagens parecem ter tão pouco carisma assim? Esta aí um ponto que pesa muito na minha avaliação de uma leitura e, sendo assim, fica complicado para mim, já. Mas esse "Me encantei pelo cachorro, obviamente" foi ótimo, haha, seria eu caso desse uma chance à leitura, provavelmente, rsrs. Ainda assim, que bom que você conseguiu gostar do desfecho e que, tão somente ele, tenha conseguido salvar a leitura para você, deve ser mesmo um final incrível para fazer valer tanta rabugice da velha, haha. Quem sabe um dia, com um pouco mais de paciência, talvez, eu não dê uma chance à leitura? De qualquer forma, valeu a dica e parabéns pela resenha! ^_^
    Beijos!

    ♥ Sâmmy ♥
    ♥ SammySacional.blogspot.com.br ♥

    ResponderExcluir
  8. Nossa já não sou fã deste tipo de livro e leitura arrastada não dá pra mim,que bom que o final compensou mais acho que passo este livro.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Oi, Nath!!
    Adorei a resenha, mas como já estava bem curiosa a respeito desse livro é obvio que quero muito ler!! Bom mesmo que você tenha achado o livro arrastado o final compensou!! E agora quero muito ler esse livro!!
    Beijoss

    ResponderExcluir
  10. Olá,

    Tenho lido muitos comentários positivos desse livro e a curiosidade para iniciar essa leitura só aumenta. Achei incrível a ambientação francesa, imagino que a menção as obras de artes e também à arquitetura, realmente seja um enriquecimento na história. Dica super anotada.

    Abraços,

    ResponderExcluir
  11. Ultimamente ando correndo de livros com começos maçantes, então esse é um livro que não vai entrar para a minha lista de leituras tão cedo. Apesar de eu gostar de livros inteligentes e surpreendentes, esse não vai ser um que eu lerei em um futuro próximo.

    ResponderExcluir
  12. Oi Nathy, tudo bem?
    Eu quero ler o esse livro desde a primeira resenha que li. Gosto desse lance de investigação e de ir montando as peças do quebra cabeça junto com os personagens. Como você disse que final é surpreendente, acho que isso compensa a parte arrastada da narrativa né. Livros que conseguem me surpreender são de longe os melhores.
    Beijokas
    [SORTEIO]Baile Literário
    Quanto Mais Livros Melhor

    ResponderExcluir
  13. Oii
    estou querendo muito ler esse livro. Fiquei um pouco triste por saber que ele é meio arrastado, mas confio que o final compense a lentidão do resto e manterei ele na lista de desejados hahaha
    bjs

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)