quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Resenha: O Hobbit - J. R. R. Tolkien

Título: O Hobbit
Autor (a): J. R .R. Tolkien
Gênero: Aventura, fantasia, juvenil
Editora: Martins Fontes
Ano: 2012
Páginas: 304
Avaliação: 
Compre: Amazon
Sinopse: Os hobbits são seres muito pequenos, menores do que os anões. São de boa paz, sua única ambição é uma boa terra lavrada e só gostam de lidar com ferramentas manuais. Este livro tem como personagem central o hobbit Bilbo Bolseiro. Ele vive muito tranquilo até que o mago Gandalf e uma companhia de anões o levam numa expedição para resgatar um tesouro guardado por Smaug, um dragão enorme e perigoso.



Sendo o primeiro livro da saga de O Senhor dos Anéis, O Hobbit é reconhecido como um clássico da literatura infanto-juvenil. Publicado originalmente em  21 de setembro de 1937, foi aclamado pela crítica e recebeu um prêmio de melhor ficção infantil.

A história se passa em Midgard, em um pequeno condado, onde reside o Senhor Bilbo Bolseiro, um Hobbit que leva uma vida confortável e sem ambições, em sua toca no Bolsão. Mas, um dia o nosso pequeno Hobbit é surpreendido pelo mago Gandalf, que em companhia de 13 anões bate em sua porta com a proposta de uma grande aventura: uma expedição para a Montanha Solitária, a fim de resgatar o lar dos anões e o tesouro guardado pelo grande dragão Smaug. Bilbo, após muita insistência, aceita o convite de Gandalf, e liderado pelo anão Thorin Escudo de Carvalho, embarca em uma grande aventura totalmente distinta de sua vida no Bolsão.

O autor escreve de forma que o livro aparenta ser narrado por um velho amigo do personagem principal, fazendo comentários sobre os acontecimentos, e antecipando algumas informações.
Diferente de muitos outros, eu não achei a escrita do Tolkien cansativa. Ele relata detalhadamente os personagens e os fatos que se desenrolam com a leitura.

O livro é repleto de cenas de ações, onde o pequeno ladrão, o mago e os anões enfrentam diversos tipos de criaturas mágicas, como orcs, lobos gigantes, trolls e até mesmo aranhas gigantes, mas a maior cena de ação é a grande batalha final, onde os homens, anões e elfos se unem contra os orcs para proteger a Montanha Solitária.

Para mim, o a história se trata de amadurecimento e descobrimento. Digo isso porque é nítida a mudança de Bilbo a cada dificuldade superada por ele e seus 13 amigos. E também, sendo ele um amigo leal que sempre tinha uma palavra de conforto, ou algum plano para salvar seus companheiros, acaba por surpreender a todos mostrando muita coragem e dedicação a sua aventura.

23 comentários:

  1. Oi Laíza, confesso que não sou de ler esse tipo de fantasia, mas assisto aos filmes rsr. Ainda assim, achei a resenha muito boa, histórias de descobrimentos e que tem uma certa evolução são sempre ótimas e gostei de saber que mesmo que o autor tenha uma escrita bem detalhada, isso não te cansou, o que é bem positivo pra história ;)

    ResponderExcluir
  2. Então, confesso que nunca assisti O senhor dos anéis. E não é uma história que me chama atenção...
    Achei interessante saber que há esse amadurecimento no personagem, é sempre muito bacana ver essa evolução.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Nunca li esses livros dele e sempre que vejo algo bate aquela vontade de conhecer. Essa história já conheço por filme e o que vi falando do livro também. E é bem interessante né. Gosto da ideia dele, de como realça a amizade e aventura, e de como passa essa coisa do amadurecimento dos personagens, de se descobrir e as mudanças que enfrenta e etc. São coisas fáceis de relacionar com a realidade e a gente sempre acaba se identificando em alguma coisa. Tem mesmo muita gente que fala que é uma escrita cansativa, mas aí só lendo pra ver o que acho. Já li muita coisa no estilo de encher de detalhes e acho depende muito do teu estilo de leitura do momento e etc. No geral acho que iria gostar.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu pessoalmente, não achei a leitura do O Hobbit cansativa não, já a do Senhor dos Anéis tem capítulos que quase nos levam a desistência, porém não são todos. Tolkien gosta de exagerar nos detalhes sobre o ambiente que os personagens estão, acho que a ideia dele é realmente nos transportar pra história, e conseguir visualizar todo o cenário.
      Espero que realmente goste.
      Beijos

      Excluir
  4. Já assisti os filmes de O Hobbit, porém não li os livros, pela sua resenha este livro parece ser bom, que bom que autor relata detalhadamente os personagens e os fatos que se desenrolam com a leitura, como gosto de histórias com ação e de fantasia, acabei ficando curiosa para ler este livro.

    ResponderExcluir
  5. Oi Laiza!
    Nunca li os livros, mas já assisti aos filmes, e olha, demorei tanto pra ver é me arrependi, porque amei!
    De fato a história se trata de amadurecimento, e acredito que em descobrir a coragem também, já que Bilbo parece ser bem medroso, rsrs.
    Imagino que a adaptação - mesmo que ótima - deve ser inferior ao livro, por isso pretendo ler.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Vitória!
      Eu também demorei bastante para me render à toda a saga de O Senhor dos Anéis, e hoje ele vem sempre no topo da minha lista quando penso em histórias de fantasia.
      Realmente, o Bilbo se torna muito corajoso, porém no livro, ele é retratado com uma descendência de hobbits aventureiros, e não é tão pintado um medroso, como no filme.
      O livro é realmente muito melhor que o filme, vale a pena a leitura!
      Beijos

      Excluir
  6. Eu não costumo ler fantasia, mas gostaria de ler O Hobbit e O senhor dos anéis. São clássicos, né?
    Bom saber que a leitura não é cansativa, dá um animo a mais para ler kk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eles são clássicos, e maravilhosos!
      Que bom saber que minha resenha te deu ânimo em ler o livro, você não vai se arrepender!
      beijos

      Excluir
  7. Oi Laiza, nunca li nenhum livro da saga O Senhor dos Anéis e nunca assisti os filmes sinceramente a historia em si não me chama a atenção não sei porque por favor não me julguem hshshs, mas que legal que o livro foi publicado em 1937 muito muito tempo mesmo e continua fazendo sucesso até hoje, mas dessa vez vou passar, bjs.

    ResponderExcluir
  8. Olá, apesar da popularidade da saga, nunca assisti as adaptações ou li alguma obra de Tolkien, mas vejo que o autor entrega para o leitor uma fantasia que realmente transporta o leitor para dentro da história, graças ao estilo detalhado que configura a escrita do autor. Beijos.

    ResponderExcluir
  9. NUnca li O Hobbit ou O senhor dos anéis, e tbm nunca assisti aos filmes, não tenho muito interesse não !! Mas é bom saber que a leitura de O hobbit não é cansativa e o livro é rico em detalhes, eu amo fantasia e quem sabe algum dia eu leia, porém, não é a minha prioridade!!

    ResponderExcluir
  10. Adoro livros que se ambientam em lugares, onde possuem criaturas mágicas, pois acredito que deixa a leitura ainda mais interessante e envolvente. E apesar de conhecer muito pouco dos livros desta série, e bom saber que neste em questão há um amadurecimento do personagem principal, e a cada dificuldade superada, se sente mais forte, para continuar sua aventura.

    Venha participar do sorteio de um kit da caixinha da TAG Livros http://petalasdeliberdade.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Ooi, sinto muita vontade de ler esse livro, já assisti os filmes e é um universo incrível.
    Amo histórias que trazem o amadurecimento, acho incrível acompanhar a evolução dos personagens.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá!
    Já ouvir fala muito desse livro mas nunca soube do que iria a historia. Ao ler a resenha me deixou bastante curiosa, ainda mas com o fato de que é a serie O senhor dos Anéis e isso é incrível.

    Tempos Literários

    ResponderExcluir
  13. Amo as adaptações feitas de O Senhor dos Anéis, mas nunca quis ler os livros pq na minha cabeça a narrativa seria chata, rebuscada. Gosto muito de todos, gosto de como ressaltam a grandes amizades, o companheirismo.

    ResponderExcluir
  14. Oi, Laíza!
    Assisti os filmes de O Senhor dos Anéis, e apesar de ter amado, os livros não são o meu estilo de leitura assim como O Hobbit também não.
    Quanto a escrita de Tolkien, eu não conheço mas acredito que eu a acharia também cansativa pois não gosto de escritas detalhadas...
    Abraços!

    ResponderExcluir
  15. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  16. Amo ler livros de fantasia mas confesso que nunca li O Hobbit nem o Senhor dos Anéis Sim eu sei a sou uma completa idiota mas eu prometo mudar isso esse ano

    ResponderExcluir
  17. Não li os livros pois já vi o filme e não consigo ler o livro depois, mas é surpreendente que um livro que foi lançado em 1937 não tenha uma escrita cansativa e pesada, jamais imaginei que seria para crianças, mas como os filmes não são iguais ao livro, com certeza o livro é melhor.

    ResponderExcluir
  18. Laíza!
    Sou completamente apaixonada pela escrita do Tolkien, ele é tão criativo e parece que estamos dentro da história, participando de todas as aventuras.
    Minha coleção favorita de fantasia é O Senhor dos anéis e claro que já li O Hobbit, porque Bilbo é um dos meus favoritos.
    Já assisti todos os filmes também, para complementar...kkk
    Muito boa sua análise.
    Desejo uma ótima semana, cheia de luz e paz!
    “Que o novo ano que se inicia seja repleto de felicidades e conquistas. Feliz ano novo!” (Desconhecido)
    cheirinhos
    Rudy
    1º TOP COMENTARISTA do ano 3 livros + Kit de papelaria, 3 ganhadores, participem!

    ResponderExcluir
  19. Puxa, nunca consegui gostar dos filmes O senhor dos anéis, assisti mas não curti. Tentei ler o livro, mas não foi a minha praia, infelizmente. É uma boa história, mas não foi do meu agrado.

    ResponderExcluir
  20. Nunca assisti os filmes do O Senhor dos Anéis, até comecei a ver um uma vez, mas acabei parando. Não estava muito no clima, eu imagino que o universo criado seja legal, diferente, com aventuras, mas não sei porque não tive até hoje aquela vontade enorme de ver. Já ouvi que a escrita do Tolkien é difícil, complexa demais e até cansativa, então achei legal ler essa sua crítica positiva sobre o O Hobbit, bate até uma vontade de ler um dia.

    ResponderExcluir

Obrigada pela visita, volte sempre! :)